quarta-feira, 31 de agosto de 2011

POR TRADIÇÃO BOM CONSELHO BRILHA EM CAMPEONATO MUNDIAL DE JUDÔ





BRONZE DE OURO!




WORLD JUDO SENIOR 2011




HOMENAGEM!



Carlos Alberto e Gilmar Aleixo,
Unidos, por uma Bom Conselho Melhor "


TRABALHO DE VERDADE!

sábado, 27 de agosto de 2011

EM PRIMEIRA MÃO - BOM CONSELHO NO PÓDIO EM CAMPEONATO MUNDIAL DE JUDÔ

Noticiamos em primeira mão, a conquista da medalha de Bronze na categoria 66 Kg, pelo Sensei Alberto Heleno Rocha da Silva. Nosso correspondente, a qualquer momento, direto do Ginásio do Canto do Rio Futebol Clube na Cidade de Niterói – RJ, informará mais noticias dos nossos Atletas Bonconselhenses. Parabéns Sensei Alberto Heleno, por essa conquista Memoravel e que venham outras medalhas.



Carlos Alberto e Gilmar Aleixo,
Unidos, por uma Bom Conselho Melhor "


TRABALHO DE VERDADE!



REQUERIMENTO DOS VEREADORES CARLOS ALBERTO E GILMAR ALEIXO EM PROL DA GUARDA MUNICIPAL E DA SEGURANÇA MUNICIPAL É APROVADO POR UNANIMIDADE









Requerimento



Requeremos à Mesa, depois de ouvido o Plenário e cumpridas às formalidades regimentais que seja enviado, um veemente apelo a Senhora – Judith Valeria Alapenha de Lira - MD Prefeita desse Município, com fins de requerer que seja enviado a esse Parlamento Municipal um Projeto de Lei instituindo adicional de risco de vida a Guarda Municipal de Bom Conselho, para se incorporar aos seus vencimentos, e em tempo que seja encaminhado ao Ministério da Justiça Projetos com fins de firmar Convênios de Prevenção da Violência e Criminalidade em municípios, objetivando a implantação de uma Secretaria Municipal de Segurança em Bom Conselho, e ao Programa Nacional de Segurança com Cidadania (PRONASCI) objetivando aquisição de motos e carros, coletes à prova de bala e central de monitoramento por Câmara, para ser instalados em pontos estratégicos da cidade e por fim que seja apresentado ao Órgão competente do Estado de Pernambuco Convênio visando a municipalização do transito de Bom Conselho, pleiteando sinalização para todo nosso município.

Da decisão desta Casa, e do inteiro teor desta proposição, dê conhecimento ao Exmo Senhor Eduardo Henrique Accioly Campos – MD Governador do Estado de Pernambuco, no Palácio do Campo das Princesas, Praça da República, s/n - CEP 50010-928 - Recife – Pernambuco, a Senhora Judith Valeria Alapenha de Lira - MD Prefeita desse Município, no Palácio Coronel José Abílio, sede do Poder Executivo Municipal, e ao Ilustre Senhor José Eduardo Cardozo-MD Ministro da Justiça na Esplanada dos Ministérios, Bloco T, Ministério da Justiça, 5º andar, sala 554, CEP: 70064-900 Brasília/DF e ao Senhor Felipe Ferraz Presidente da Associação da Guarda Municipal.


JUSTIFICATIVA ORAL.


Sala das Sessões, em 25 de agosto de 2011.


Carlos Alberto Pereira de Oliveira
Vereador

Gilmar Aleixo
Vereador







Carlos Alberto e Gilmar Aleixo,

Unidos, por uma Bom Conselho Melhor "

TRABALHO DE VERDADE!


AÇÕES DOS VEREADORES CARLOS ALBERTO E GILMAR ALEIXO RECEBEM ELOGIOS DO POVO BONCONSELHENSE






MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA BOM CONSELHO


De: Manoel Marlos Pereira Cavalcante (melmarlos@hotmail.com)

Enviada: sexta-feira, 26 de agosto de 2011 03:48:59

Para: vereadorcarlosalberto@hotmail.com; melmarlos@hotmail.com


Aos Srs.

Carlos Alberto Pereira de Oliveira e

Gilmar Aleixo

Prezados Vereadores,

É com imensa satisfação que venho através do presente, É com imensa satisfação que venho através do presente, cumprimentar V.Sas. , pela iniciativa do requerimento ao poder constituído, na pessoa do Sr. Governador do Estado, para beneficiar a infraestrutura hídrica do nosso município, na propositura para aquisição de máquinas e equipamentos, trazendo assim benefícos inestimáveis aos nossos agropecuaristas, que tanto necessitam de água nas épocas de estiagem. Minhas congratulações, os parabenizo pelo trabalho dedicado em prol do povo de Bom Conselho.

Sigam em frente ...

Abraços.


VEREADORES CARLOS ALBERTO E GILMAR ALEIXO REQUEREM ESCOLAS ESTADUAIS PARA OS DISTRITOS DA RAINHA IZABEL E LOGRADOURO DOS LEÕES


Nossos vereadores Carlos Alberto e Gilmar Aleixo, fazem um veemente apelo, ao Governador Eduardo Campos, no sentido que Bom Conselho seja contemplada com duas Escolas Estaduais, sendo uma para o Distrito da Rainha Izabel e a outra para o Distrito de Logradouro dos Leões.


Nossos edis declinaram suas preocupações a todos os jovens que necessitam da continuidade ao Ensino Médio, já que o município atende de forma satisfatoria o Ensino Fundamental, a distancia dos Distritos acima mencionados chegam a ser mais de 15 km até o Centro de Bom Conselho.



Carlos Alberto e Gilmar Aleixo, cuidando
de quem precisa,
trazendo Esperança
pro Futuro de cada Cidadão
!"


TRABALHO DE VERDADE!

Fonte: http://gustavopereirabc.blogspot.com/2011/08/vereadores-carlos-alberto-e-gilmar_11.html

1 comentários:

Cesar Junior disse...

Parabéns para os dois parlamentares pela iniciativa. Os referidos distritos necessitam de mais investimento em educação, se todos os políticos tivessem essa visão, a nossa realidade seria bem diferente.


Carlos Alberto e Gilmar Aleixo,

Unidos, por uma Bom Conselho Melhor "

TRABALHO DE VERDADE!


quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Eu também sou vítima de sonhos adiados, de esperanças dilaceradas, mas,apesar disso, eu ainda tenho um sonho, porque a gente não pode desistir da vida




(Martin Luther King Jr.) "Eu estou contente em unir-me com vocês no dia que entrará para a história como a maior demonstração pela liberdade na história de nossa nação. Cem anos atrás, um grande estadunidense, na qual estamos sob sua simbólica sombra, assinou a Proclamação de Emancipação. Esse importante decreto veio como um grande farol de esperança para milhões de escravos negros que tinham murchados nas chamas da injustiça. Ele veio como uma alvorada para terminar a longa noite de seus cativeiros. Mas cem anos depois, o Negro ainda não é livre. Cem anos depois, a vida do Negro ainda é tristemente inválida pelas algemas da segregação e as cadeias de discriminação. Cem anos depois, o Negro vive em uma ilha só de pobreza no meio de um vasto oceano de prosperidade material. Cem anos depois, o Negro ainda adoece nos cantos da sociedade estadunidense e se encontram exilados em sua própria terra. Assim, nós viemos aqui hoje para dramatizar sua vergonhosa condição.


De certo modo, nós viemos à capital de nossa nação para trocar um cheque. Quando os arquitetos de nossa república escreveram as magníficas palavras da Constituição e a Declaração da Independência, eles estavam assinando uma nota promissória para a qual todo estadunidense seria seu herdeiro. Esta nota era uma promessa que todos os homens, sim, os homens negros, como também os homens brancos, teriam garantidos os direitos inalienáveis de vida, liberdade e a busca da felicidade. Hoje é óbvio que aquela América não apresentou esta nota promissória. Em vez de honrar esta obrigação sagrada, a América deu para o povo negro um cheque sem fundo, um cheque que voltou marcado com "fundos insuficientes".


Mas nós nos recusamos a acreditar que o banco da justiça é falível. Nós nos recusamos a acreditar que há capitais insuficientes de oportunidade nesta nação. Assim nós viemos trocar este cheque, um cheque que nos dará o direito de reclamar as riquezas de liberdade e a segurança da justiça.


Nós também viemos para recordar à América dessa cruel urgência. Este não é o momento para descansar no luxo refrescante ou tomar o remédio tranqüilizante do gradualismo. Agora é o tempo para transformar em realidade as promessas de democracia. Agora é o tempo para subir do vale das trevas da segregação ao caminho iluminado pelo sol da justiça racial. Agora é o tempo para erguer nossa nação das areias movediças da injustiça racial para a pedra sólida da fraternidade. Agora é o tempo para fazer da justiça uma realidade para todos os filhos de Deus.


Seria fatal para a nação negligenciar a urgência desse momento. Este verão sufocante do legítimo descontentamento dos Negros não passará até termos um renovador outono de liberdade e igualdade. Este ano de 1963 não é um fim, mas um começo. Esses que esperam que o Negro agora estará contente, terão um violento despertar se a nação votar aos negócios de sempre.


Mas há algo que eu tenho que dizer ao meu povo que se dirige ao portal que conduz ao palácio da justiça. No processo de conquistar nosso legítimo direito, nós não devemos ser culpados de ações de injustiças. Não vamos satisfazer nossa sede de liberdade bebendo da xícara da amargura e do ódio. Nós sempre temos que conduzir nossa luta num alto nível de dignidade e disciplina. Nós não devemos permitir que nosso criativo protesto se degenere em violência física. Novamente e novamente nós temos que subir às majestosas alturas da reunião da força física com a força de alma. Nossa nova e maravilhosa combatividade mostrou à comunidade negra que não devemos ter uma desconfiança para com todas as pessoas brancas, para muitos de nossos irmãos brancos, como comprovamos pela presença deles aqui hoje, vieram entender que o destino deles é amarrado ao nosso destino. Eles vieram perceber que a liberdade deles é ligada indissoluvelmente a nossa liberdade. Nós não podemos caminhar só.


E como nós caminhamos, nós temos que fazer a promessa que nós sempre marcharemos à frente. Nós não podemos retroceder. Há esses que estão perguntando para os devotos dos direitos civis, "Quando vocês estarão satisfeitos?"


Nós nunca estaremos satisfeitos enquanto o Negro for vítima dos horrores indizíveis da brutalidade policial. Nós nunca estaremos satisfeitos enquanto nossos corpos, pesados com a fadiga da viagem, não poderem ter hospedagem nos motéis das estradas e os hotéis das cidades. Nós não estaremos satisfeitos enquanto um Negro não puder votar no Mississipi e um Negro em Nova Iorque acreditar que ele não tem motivo para votar. Não, não, nós não estamos satisfeitos e nós não estaremos satisfeitos até que a justiça e a retidão rolem abaixo como águas de uma poderosa correnteza.


Eu não esqueci que alguns de vocês vieram até aqui após grandes testes e sofrimentos. Alguns de vocês vieram recentemente de celas estreitas das prisões. Alguns de vocês vieram de áreas onde sua busca pela liberdade lhe deixaram marcas pelas tempestades das perseguições e pelos ventos de brutalidade policial. Vocês são os veteranos do sofrimento. Continuem trabalhando com a fé que sofrimento imerecido é redentor. Voltem para o Mississippi, voltem para o Alabama, voltem para a Carolina do Sul, voltem para a Geórgia, voltem para Louisiana, voltem para as ruas sujas e guetos de nossas cidades do norte, sabendo que de alguma maneira esta situação pode e será mudada. Não se deixe caiar no vale de desespero.


Eu digo a você hoje, meus amigos, que embora nós enfrentemos as dificuldades de hoje e amanhã. Eu ainda tenho um sonho. É um sonho profundamente enraizado no sonho americano.


Eu tenho um sonho que um dia esta nação se levantará e viverá o verdadeiro significado de sua crença - nós celebraremos estas verdades e elas serão claras para todos, que os homens são criados iguais.


Eu tenho um sonho que um dia nas colinas vermelhas da Geórgia os filhos dos descendentes de escravos e os filhos dos descendentes dos donos de escravos poderão se sentar junto à mesa da fraternidade.


Eu tenho um sonho que um dia, até mesmo no estado de Mississippi, um estado que transpira com o calor da injustiça, que transpira com o calor de opressão, será transformado em um oásis de liberdade e justiça.


Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da pele, mas pelo conteúdo de seu caráter. Eu tenho um sonho hoje!


Eu tenho um sonho que um dia, no Alabama, com seus racistas malignos, com seu governador que tem os lábios gotejando palavras de intervenção e negação; nesse justo dia no Alabama meninos negros e meninas negras poderão unir as mãos com meninos brancos e meninas brancas como irmãs e irmãos. Eu tenho um sonho hoje! Eu tenho um sonho que um dia todo vale será exaltado, e todas as colinas e montanhas virão abaixo, os lugares ásperos serão aplainados e os lugares tortuosos serão endireitados e a glória do Senhor será revelada e toda a carne estará junta.


Esta é nossa esperança. Esta é a fé com que regressarei para o Sul. Com esta fé nós poderemos cortar da montanha do desespero uma pedra de esperança. Com esta fé nós poderemos transformar as discórdias estridentes de nossa nação em uma bela sinfonia de fraternidade. Com esta fé nós poderemos trabalhar juntos, rezar juntos, lutar juntos, para ir encarcerar juntos, defender liberdade juntos, e quem sabe nós seremos um dia livres. Este será o dia, este será o dia quando todas as crianças de Deus poderão cantar com um novo significado.



"Meu país, doce terra de liberdade, eu te canto.

Terra onde meus pais morreram, terra do orgulho dos peregrinos,

De qualquer lado da montanha, ouço o sino da liberdade!"

E se os Estados Unidos é uma grande nação, isto tem que se tornar verdadeiro.

E assim ouvirei o sino da liberdade no extraordinário topo da montanha de New Hampshire.

Ouvirei o sino da liberdade nas poderosas montanhas poderosas de Nova York.

Ouvirei o sino da liberdade nos engrandecidos Alleghenies da Pennsylvania.

Ouvirei o sino da liberdade nas montanhas cobertas de neve Rockies do Colorado.

Ouvirei o sino da liberdade nas ladeiras curvas da Califórnia.

Mas não é só isso. Ouvirei o sino da liberdade na Montanha de Pedra da Geórgia.

Ouvirei o sino da liberdade na Montanha de Vigilância do Tennessee.

Ouvirei o sino da liberdade em todas as colinas do Mississipi.

Em todas as montanhas, ouviu o sino da liberdade.


E quando isto acontecer, quando nós permitimos o sino da liberdade soar, quando nós deixarmos ele soar em toda moradia e todo vilarejo, em todo estado e em toda cidade, nós poderemos acelerar aquele dia quando todas as crianças de Deus, homens pretos e homens brancos, judeus e gentios, protestantes e católicos, poderão unir mãos e cantar nas palavras do velho spiritual negro:


Carlos Alberto e Gilmar Aleixo,

Unidos, por uma Bom Conselho Melhor "

TRABALHO DE VERDADE!


MAQUINAS ESTEIRAS EM PROL DOS PEQUENOS PECUARISTA E AGRICULTORES BONCONSELHENSE




Requerimento


Requeremos à Mesa, depois de ouvido o Plenário e cumpridas às formalidades regimentais que seja enviado, um veemente apelo ao Senhor Isaltino José do Nascimento Filho – MD Secretário de Transporte do Estado de Pernambuco e ao Senhor Ranilson Ramos – MD Secretário de Agricultura e Reforma, com fins de requerer que seja enviado Maquinas Esteiras para construção e manutenção de pequenos açudes e barreiros no município de Bom Conselho, visando atender as necessidades dos pequenos pecuarista e agricultores bonconselhenses.


Da decisão desta Casa, e do inteiro teor desta proposição, dê conhecimento ao Exmo Senhor Eduardo Henrique Accioly Campos – MD Governador do Estado de Pernambuco, no Palácio do Campo das Princesas, Praça da República, s/n - CEP 50010-928 - Recife – Pernambuco, ao Senhor Isaltino José do Nascimento Filho – MD Secretário de Transporte do Estado de Pernambuco na Avenida Cruz Cabugá, 1111, Santo Amaro, CEP: 50.040-000,Recife – Pernambuco, e ao Senhor Ranilson Ramos – MD Secretário de Agricultura na Avenida Caxangá, 2200
Cordeiro,Cordeiro,CEP:50.711-000,Recife-Pernambuco.



JUSTIFICATIVA ORAL.


Sala das Sessões, em 25 de agosto de 2011.


Carlos Alberto Pereira de Oliveira

Vereador


Gilmar Aleixo

Vereador


Carlos Alberto e Gilmar Aleixo,

Unidos, por uma Bom Conselho Melhor "

TRABALHO DE VERDADE!




quarta-feira, 24 de agosto de 2011

SOU O SENHOR DO MEU DESTINO - COMANDANTE DO MEU ESPÍRITO




"Coragem é muito mais do que ausência de medo, o porque devemos manter nossos adversários por perto, e o porque ambos é sempre melhor do que este ou aquele. E principalmente, porque na vida devemos encontrar algo que nos dê um significado para viver, aquilo que nos leve para além de nós mesmos, um sonho maior que nossa própria e tão curta existência.E que essa sabedoria de vida se espalhe, nos tornando cada vez mais conscientes, porque vida sem nexo, sem contexto, sem nada parece mais um roteiro de vida não examinada- uma vida não vivida."


Ainda estudante de Direito, Mandela começou sua luta contra o regime do apartheid. No ano de 1942, entrou efetivamente para a oposição, ingressando no Congresso Nacional Africano (movimento contra o apartheid). Em 1944, participou da fundação, junto com Oliver Tambo e Walter Sisulu, da Liga Jovem do CNA. Durante toda a década de 1950, Nelson Mandela foi um dos principais membros do movimento anti-apartheid. Participou da divulgação da “Carta da Liberdade”, em 1955, documento pelo qual defendiam um programa para o fim do regime segregacionista. Mandela sempre defendeu a luta pacífica contra o apartheid. Porém, sua opinião mudou em 21 de marco de 1960. Neste dia, policiais sul-africanos atiraram contra manifestante negros, matando 69 pessoas. Este dia, conhecido como “O Massacre de Sharpeville”, fez com que Mandela passasse a defender a luta armada contra o sistema. Em 1961, Mandela tornou-se comandante do braço armado do CNA, conhecido como "Lança da Nação". Passou a buscar ajuda financeira internacional para financiar a luta. Porém, em 1962, foi preso e condenado a cinco anos de prisão, por incentivo a greves e viagem ao exterior sem autorização.


Em 1964, Mandela foi julgado novamente e condenado a prisão perpétua por planejar ações armadas. Mandela permaneceu preso de 1964 a 1990. Neste 26 anos, tornou-se o símbolo da luta anti-apartheid na África do Sul. Mesmo na prisão, conseguiu enviar cartas para organizar e incentivar a luta pelo fim da segregação racial no país. Neste período de prisão, recebeu apoio de vários segmentos sociais e governos do mundo todo. Com o aumento das pressões internacionais, o então presidente da África do Sul, Frederik de Klerk solicitou, em 11 de fevereiro de 1990, a libertação de Nelson Mandela e a retirada da ilegalidade do CNA (Congresso Nacional Africano). Em 1993, Nelson Mandela e o presidente Frederik de Klerk dividiram o Prêmio Nobel da Paz, pelos esforços em acabar com a segregação racial na África do Sul. Em 1994.


Mandela tornou-se o primeiro presidente negro da África do Sul. Governou o país até 1999, sendo responsável pelo fim do regime segregacionista no país e também pela reconciliação de grupos internos. Com o fim do mandato de presidente, Mandela afastou-se da política dedicando-se a causas de várias organizações sociais em prol dos direito humanos. Já recebeu diversas homenagens e congratulações internacionais pelo reconhecimento de sua vida de luta pelos direitos sociais.


Carlos Alberto e Gilmar Aleixo,

Unidos, por uma Bom Conselho Melhor "

TRABALHO DE VERDADE!



terça-feira, 23 de agosto de 2011

CRAS & CREAS - CENTRO DE BOM CONSELHO E DISTRITO DA RAINHA IZABEL



O vereador Carlos Alberto, em defesa de uma melhor assistencialidade aos serviços da Proteção Social Básica nas áreas de vulnerabilidade e risco social, pleiteou ao Poder Executivo Municipal CREAS e CRAS para Centro de Bom Conselho e Distritos.


O Objetivo dos pleitos é Instrumentalizar para superação de adversidades por meio de ações psicossociais e jurídicas, de resgate da autoestima e fortalecimento do convívio familiar e comunitário através do CREAS aos munícipes de Bom Conselho.